21 de outubro de 2010

The Irish Music Invasion!

OMG! O show do The Black Eyed Peas passou e eu nem comentei sobre ele.
E eu que ia escrever sobre a banda... mas agora passou. Deixa pra lá.
O que importa é que o show foi M-A-R-A (afe... nem baixei as fotos que tirei ainda... depois... depois...).

E antes que sexta-feira passe também, deixa eu falar aqui sobre o The Cranberries.

The Cranberries em Recife 
--> Próxima sexta, dia 22/10, 
no Chevrolet Hall.

Eu sou definitivamente uma pessoa mais Cranberries que Peas.
O show do Peas foi um espetáculo, sem dúvida.
Mas como música é feita pra ser ouvida, e não vista... o rock vencerá sempre na minha playlist.

Como você devem saber, The Cranberries é uma banda irlandesa.
Daí dia desses, pensando sobre essas bandas irlandesas, resolvi fazer uma listinha dos artistas irlandeses que rondam o universo da música, porque eu tava ouvindo The Script e pensei: quantos músicos irlandeses fazem sucesso por aí? Será que são tantos assim ou é um “U2quedemorapraanunciarasdatasdoshownobrasilfeelings”?

E não é que foram aparecendo mais outro e outro e outro no meu set list do computador? 
U2, The Cranberries, The Corrs, Damien Rice, Sinéad O´Connor, The Script, sem falar nos famosos Van Morrison (um clássico), Bob Geldof (Boomtown Rats e Live Aid) e Enya (afe... nem morta ouço isso), que não fazem parte do meu ser, mas que são igualmente irlandeses.

E lembrei do Wall of Fame, onde tirei uma foto ano passado*, em Dublin e também do British Invasion (na década de 60 nos States), e resolvi fazer um post Irish Invasion sobre a invasão da música irlandesa na minha playlist (kkkkkkkk) .


*No dia que chegamos em Dublin, saímos para passear pela cidade, à noite, e lá pelas tantas, Débora, minha amiga recifense/irlandesa, levou a gente pra uma rua meio estreita... disse para irmos para o meio da rua e disse:Agora, olhem para trás!”. E lá estávamos nós, diante do Wall of Fame de Dublin.

Mas vamos lá (por ordem alfabética).

Damien Rice.
Ficou famosérrimo dia desses, por causa da música “The Blower's Daughter”, da trilha sonora do filme Closer e, aqui no Brasil mais ainda, por causa da versão dessa música, cantada por Seu Jorge e Ana Carolina, intitulada “É isso aí”. Mas não é só essa música. O CD "O" é todo ótimo. Vale a pena ouvir.
-- > E sem querendo ser preconceituosa e já sendo... eu ODEIO versões de músicas. ODEIO!!! Fica parecendo bolsa chinesa comprada no vuco da 25 de março em SP. Mesmo sendo Seu Jorge e Ana Carolina cantando.


Música: "The Blower's Daughter"

Sinéad O´Connor.
A irlandesa, de cabeça raspada, que na década de 90 fez um mega sucesso com a música “Nothing Compares 2 U”, composta por Prince. Gravou vários sucessos como “You Made Me The Thief Of Your Heart”, do filme Em nome do Pai e “Sacrifice”, de Elton John.
Revoltadinha da Silva, no auge do sucesso, resolveu, rasgar uma foto do Papa João Paulo II, ao vivo, em um dos programas de TV mais assistido dos EUA (SNL).
Pouco tempo depois, anunciou que tava deixando os palcos pra cuidar da família e do espírito. 


Música: "Nothing Compares 2 U"


The Corrs.
Banda de Rock formada por irmãos (3 irmãs e 1 irmão - Sharon, Caroline, Andrea e Jim Corrs) que também fez muito sucesso na década de 90. É um rock mais tipo folk, com violinos e etc. Gravou várias músicas de sucesso, mas nada se compara com o CD Acustico MTV, onde gravou “Everybody Hurts”, do R.E.M. Acho até que gosto mais deles cantando do que o próprio R.E.M. (uma questão de gosto pessoal).

Música: "Everybody Hurts"


The Cranberries.
Banda de rock que também surgiu nos anos 90, formadas pelos irmãos Noel e Mike Hogan, e por Fergal Lawle e a vocalista Dolores O'Riordan. A banda gravou muitas músicas sucessos, como "Linger", "Dreams", "Zombie", "Ode to My Family", "Ridiculous Thoughts", "Salvation", "Free To Decide" e "Promises”. Em 2003 a banda resolveu dar um tempo e só no ano passado foi que resolveram voltar a tocar juntos, iniciarando uma turnê pelo mundo (próxima sexta – aqui em Recife. Por sinal, li hoje que eles já chegaram na cidade).


Música: "Linger"


- Honestamente falando... independente do tipo de música
que elas tocam, eu acho as vozes de Sinéad, Andrea e Dolores muito,
mas muito parecidas (mas deve ser o sotaque, né).

The Script.
Finalmente uma banda mais “novinha”. Essa foi Débora quem me apresentou. Disse pra eu procurar pelas músicas deles, pois a banda tava fazendo o maior sucesso lá em Dublin, principalmente por causa da música “We Cry” (depois a banda foi escolhida para abrir o show do U2, ano passado lá em Dublin).
É formada por Danny O'Donoghue, Mark Sheehan e Glen Power.

Nem tenho muito o que falar deles, pois só conheço o primeiro CD The Script. Mas eu gosto de todas as músicas do primeiro (acho que a que mais gosto é “Rusty Halo”).O segundo foi lançado agora em setembro de 2010 Science & Faith. O vídeo da música de lançamento, “For the First Time”, é estrelado pela filha mais nova de Bono, Eve (meio que provocando um certo cheiro de apadrinhamento do U2 pela banda, não acham?)

Vejam o vídeo da nova música "For the First Time" aqui.
(Os vídeos estão todos bloqueados para incorporação, mas podem ser visto no YouTube).
Assim, vamos de letra: "We Cry"
(vejam o vídeo aqui)


And... “last but not least”:
U2.
Quem me conhece e acompanha meu blog já ouviu sobre essa banda aqui.
Mas, pra não deixar de mostrar nada... segue o video da música “Electrical Storm”, que não foi lançada em nenhum dos álbuns de estudio do U2, e sim na compilação The Best of 1990–2000 (é o único single do álbum).
É dirigido por Anton Corbijn, filmado em Nice, na França, estrelado por Larry Mullen Jr (o baterista e... de longe, o mais belo da banda), ou seja, vale a pena demais assistir.

Música: "Electrical Storm"


Então, que venham os irlandeses!!!
=)

1 comentários:

Robilob Copyright © 2010 Designed by Ipietoon Blogger Template Sponsored by Online Shop Vector by Artshare