23 de novembro de 2010

Baratox!

Tirinha do Niquel Náusea
Existe na face da terra animal mais terrível que barata?
Bem, alguém pode até ter pensado em outros... mas enfim, pra mim, barata será sempre vencedora nesse quesito!
E eu tenho simplesmente pânico delas. Eu disse P-Â-N-I-C-O.
E, obviamente, como sou uma pessoa sabida, não vou correr o risco de morrer de medo (literalmente) por conta da aparição repentina de uma delas na minha casa.
Por isso, tenho uma arma poderosíssima contra elas: um tubo de SBP preto!
Sabem qual é? Não tô aqui pra fazer propaganda de nada, mas é um produto específico pra matar barata.
Só pra vocês terem uma ideia, o tubo é preto, vem escrito em letras grandes: AGE RÁPIDO E MATA MESMO (esse mesmo é assim mesmo, destacado de amarelo) e embaixo ainda tem escrito: TERRÍVEL CONTRA AS BARATAS!
E realmente pude comprovar, ao longo do tempo, que ele mata MESMO!!!

Enfim, tudo isso é pra contar o episódio da minha quase morte ontem à noite. Kkkk
Eu quase me matei, aliás, a barata quase me matou. Na verdade ela tentou me matar, mas eu matei ela e daí ela quase me mata depois. Kkkkk

Eu explico.
Estou eu, como de costume (como agora, por exemplo) na frente do meu computadorzinho, no final da noite, digitando, quando de repente algo se mexe na parede atrás do monitor, perto da janela, e eis que eu olho e dou um grito (na verdade foi um SUPER GRITO), pois uma barata tinha entrado pela janela e tava andando pela parede.

Meu Deus!!! Quem deu asas às baratas? Aliás:  "Você mesmo, Deus, porque destes asas às baratas?" Eu moro no segundo andar! Essa miserável não podia ficar na rua andando pelo chão não? Tinha que ter asas, voar e entrar pela minha janela e quase me matar de susto?
E não era uma baratinha não. Era uma super barata. Dessas enormes. Mega gigante! Urgh!
Tipo barata de Galápagos, sabe. Acho até que ela pode ter vindo de lá. Num navio, sei lá.
  • A barata quase me matou de susto!
Mas, minha rota de fuga, a porta do quarto, era do outro lado e pude correr rapidamente e ir na cozinha buscar minha arma infalível (o SBP preto)!
E, ainda me recuperando do susto, vencendo o medo e me aproximando dela, parei rapidamente para olhar com cuidado para que lado o spray aponta (sim, matar barata tem toda uma técnica que num momento de pânico, se você não for bem treinado, você pode espirrar o veneno no seu próprio rosto) e apertei o spray.
E é claro que a barata se mexeu pra fugir do veneno. E é claro que comecei a gritar novamente (eu já sabia de todas essas etapas, mas como eu já disse, sou bem treinada pra esses momentos) e enquanto ela não parou de se mexer, eu não parei nem de gritar nem de apertar o SBP (eu já disse que já passava da meia-noite, né).
Mas vão por mim, a barata sempre morre (e nem me digam que basta apenas dar um Tssss e esperar ela ir cambaleando pra debaixo de algum móvel pra morrer em paz. Nunca vou esperar por isso).
  • Eu matei a barata!
Mas a miserável resolveu fugir pra dentro da caixa da minha câmera Canon que tava em cima da mesa do computador e morreu ali. E eu até consegui jogar a caixa no chão e fui chutando ela pra fora do quarto até a cozinha (porque eu jamais dormiria com um cadáver de barata dentro do quarto). E deixei a caixa na cozinha pra no outro dia resolver o que fazer (e eu não queria jogar fora a caixa da minha câmera).

E daí, voltei pro quarto e fechei logo tudo antes que outras baratas resolvessem entrar, sei lá... amigas, família... Como saber se ela era só uma dissidente da comunidade baratense de Galápagos ou se veio com uma gangue de lá...ou era uma retirante com uma família imensa... não quero saber! Não me interessa o passado dela nem tenho pena. Só não queria ver mais nenhuma delas aqui.
Só que...moro em Recife, carinhosamente apelidada de Hellcife, e é impossível impossível impossível dormir sem ar condicionado nesse calor, 30°C às 2 da manhã, que faz aqui.
  • Tudo culpa de São Pedro que fica sem mandar chuva pra cá. Eu sei que quando chove não esfria, mas pelo menos as baratas não ficam voando na chuva ou então morrem afogadas nas ruas cheias d´água. Aliás, antes de culpar São Pedro, vou culpar Noé:Precisava mesmo levar um casal de baratas naquela Arca? Era realmente necessário?
Enfim, como disse no começo, o SBP preto é realmente eficiente e mata mesmo as baratas. Mas lendo depois a embalagem.... kkkk Além de vários avisos de CUIDADO! PERIGOSO! O tubo ainda vem com uma trava de segurança especial (que eu sempre deixo aberta – sinto muito, os casos sempre são de vida ou morte) e atrás, na embalagem, vem toda uma descrição dos procedimentos médicos a serem tomados no caso de intoxicação pelo produto. Kkkk
Pense num veneno!!!
E nem preciso dizer que meu quarto tava inundado da substância tóxica mata-baratas e pessoas...kkkk
E eu que não ia abrir janela nenhuma pra o ar circular...e muito menos dormir em outro lugar por causa do calor (e já era mais de 1h da manhã).
Enfim, só me restou ligar o ar, me deitar e orar pra acordar viva hoje!!!
E ainda pensei: Isso é que é provar do seu próprio veneno!! kkkkk
  • A barata quase me matou envenenada!
Mas eu sobrevivi e to aqui pra contar (na verdade só fiquei um pouco rouca e passei o dia com os olhos meio irritados, mas nada de grave).
:)))

E o cadáver? Claro que de manhã interfonei pro porteiro e pedi pra ele vir aqui remover o corpo. Eu que não ia tocar naquilo! Nunca!

5 comentários:

Relma on 24 de novembro de 2010 09:56 disse...

kkkkkkkkkkkkkk
estais ficando cada vez maCuidado pra nao ser expulsa doprédio por conta dos gritos ou entao por envenenamento em massa.is louca!

louise on 25 de novembro de 2010 12:19 disse...

kkkkkkkkkkkkkk...kkkkkkkk...
Chorei de rir, Maluca!
E concordo plenamente com vc neste post, que fique bem claro! hehehe
Nada a ver Noé deixar o casal de baratas entrar na arca! tsc tsc
ODEIO baratas mais que tudo!

FernandaV. on 25 de novembro de 2010 16:09 disse...

isso me lembrou muito a barata da Clarice Linspector..! xD
tem que avisar desse sbp pro pc siqueira, que tbm vem ao caso http://www.youtube.com/watch?v=H0V6x2BYiGs

Márcio Cabral de Moura on 26 de novembro de 2010 08:47 disse...

Robi,

Adorei seu texto. Morri de rir com a situação, mas acho que você tem um talento excepcional para escrever. Nunca pensaste em escrever um livro, não?

Lu disse...

Robertaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa.......................hehehehehehehehehehehehehehehehehehehehehehehehehehehehehehehehehehehehehehe............meu Deus
como pode uma coisa dessa!!! Amei!!! Foi demais Robi!!!! Beijos

Robilob Copyright © 2010 Designed by Ipietoon Blogger Template Sponsored by Online Shop Vector by Artshare