2 de novembro de 2010

Memento Mori: O Dia dos Mortos!

Hoje, 02 de novembro, é dia de Finados no Brasil, aliás, acho que em boa parte do mundo.
E sinceramente nunca dei muita atenção a esse dia até me tornar funcionária pública (pois passou a ser feriado pra mim). Hehehe
Mas antes disso, esse dia pra mim sempre passou em brancas nuvens.
Pra falar a verdade, nunca entendi muito bem essa comemoração. Mas... cada um, cada um.

E certa vez, vendo uma foto de crianças comendo um doce em formato de caveira, fui tentar entender o que era e descobri o “Dia de Los Muertos”, celebrado no México.

É comemorado na mesma data de hoje, porém possui características tão particulares e tradicionais que a UNESCO declarou a festa do “Dia de Los Muertos” mexicana como Patrimônio da Humanidade.

Segundo a UNESCO: "Uma das representações mais relevantes do patrimônio vivo do México e do mundo, e como uma das expressões culturais mais antigas e de maior força entre os grupos indígenas do país. Esse encontro anual entre as pessoas que celebram e seus antepassados, desempenha uma função social que recorda o lugar do indivíduo no seio do grupo e contribui na afirmação da identidade."

O FESTIVAL
A comemoração é uma festa de origem indígena e é anterior à chegada dos espanhóis.
Para os antigos mexicanos, a morte não tinha o mesmo sentido da religião católica, na qual as ideias de inferno e paraíso servem para castigar ou premiar. Pelo contrário, eles acreditavam que os caminhos destinados às almas dos mortos eram definidos pelo tipo de morte que tiveram, e não pelo seu comportamento em vida.
Os rituais de celebração da vida dos ancestrais são realizados há mais de 3 mil anos e era comum a prática de conservar os crânios como troféus e mostra-los nos rituais de celebração da morte e renascimento.
O festival era dedicado às crianças e aos parentes falecidos. Era comemorado no nono mês do calendário solar asteca, por volta do início de agosto, e era celebrado por um mês completo.

A transformação --> Quando os espanhóis chegaram à América, se aterrorizaram com esta prática, e no intento de converter os nativos, fizeram as festividades coincidirem com as festividades católicas do Dia de Todos os Santos (01 de novembro) e o Dia de Finados (02 de novembro). Os espanhóis combinaram seus costumes com o festival centro-americano criando um sincretismo religioso que deu lugar ao atual "Dia de Los Muertos".

A CAVEIRA

As festividades eram presididas pela "Dama da Morte", sendo conhecida hoje como “La Catrina”.
La Catrina, na cultura popular mexicana, é a representação humorística do esqueleto de uma dama da alta sociedade. O personagem se caracteriza como um esqueleto de mulher usando um chapéu, como distintivo da alta sociedade do início do século XX e tem uma função de memento mori destinado a lembrar que as diferenças sociais não significam nada, diante da morte.
Seu nome vem de La Calavera de la Catrina, gravura do artista mexicano José Guadalupe Posada (1852-1913).
As pessoas, durante as festividades, também costumam se vestir com roupas de esqueletos e fantasias de mortos.

  • Memento mori é uma expressão latina que significa algo como "Lembre-se que você é mortal, lembre-se você vai morrer". Este tipo de pensamento é muito utilizado dentro da literatura, principalmente na literatura barroca.

AS COMIDAS

É uma das festas mexicanas mais animadas, pois, segundo dizem, os mortos vêm visitar seus parentes. Ela é festejada com comida, pães, bolos, festa, música e os doces preferidos dos mortos, sendo as caveirinhas os preferidos das crianças.
As caveiras são feitas de açúcar e tem o nome dos defuntos escritos nela. Os pães, conhecidos como “Pan de muerto” são pães doces, enfeitado com diferentes figuras, desde simples formas redondas até crânios, adornados com figuras do mesmo pão em forma de osso polvilhado com açúcar.
Durante a festa, as famílias normalmente limpam e decoram as tumbas com coloridas coroas de flores, principalmente de margaridas, as quais acredita-se atrair e guiar as almas dos mortos.


Enfim, como eu disse no começo... cada um, cada um!!!!

1 comentários:

Paulo Tamburro on 2 de novembro de 2010 20:16 disse...

EXCELENTE, MESMO!!!!!!!!!!!!!!

VOLTAREI SEMPRE.

QUE TEXTO IMPECÁVEL.

VOLTAREI SEMPRE POR AQUI.

UM CONVITE:

VISITE MEU BLOG DE HUMOR:"HUMOR EM TEXTO.

A CRÔNICA DA SEMANA É:

"O CARDÍACO".

EIS UM TRECHO:

"Certas pessoas carregam consigo o eterno e sombrio medo de uma doença.

São os hipocondríacos que podem ser polivalentes,quando acreditam terem dezenas de doenças simultâneas e tomam muitos e variados remédios indiscriminadamente, sem a menor preocupação de se intoxicarem.

Porém existe aquele que elege uma doença, e com ela convive o resto da vida.

O Adamastor é um caso típico."

CASO TENHA GOSTADO ATÉ AQUI, VÁ ATÉ LÁ E CONHEÇA MEU BLOG.

COMBINADO?

UM ABRAÇÃO CARIOCA.

Robilob Copyright © 2010 Designed by Ipietoon Blogger Template Sponsored by Online Shop Vector by Artshare