20 de junho de 2009

Umbrella, Paraguas, Ombrello, Parapluie - Sombrinha, Guarda-chuva!

Não consigo mais sair de casa sem levar uma sombrinha comigo.

Ela se tornou item obrigatório na minha bolsa. Tudo bem que só uso bolsa grande e tem de tudo um pouco, mas ultimamente, se não couber uma sombrinha... troco de bolsa!!

Hoje fiquei pensando sobre isso depois que voltei de uma festinha de São João numa escola.

Éramos 5 adultos e 2 crianças pequenas... a chuva estava diluvial (acho que São Pedro tem algum tipo de rixa com São João...) e havia apenas uma única sombrinha: a minha! E, claro, terminou sendo usada por todos em várias idas e vindas do carro-pra festa-pro carro.

E fiquei pensando por que as pessoas odeiam sombrinhas e guarda-chuvas.

Aliás, até sei... ninguém merece ficar levando esse treco pra lá e pra cá... mas, sinceramente, nos dias de hoje de aquecimento global (sim, ele existe... venha morar em Recife e vai ver!), clima maluco, sol de rachar e chuvas repentinas, do nada, qual é a vantagem de levar uma sombrinha dentro da bolsa, ou até mesmo ter uma no carro? Todas!

Tudo bem que a sombrinha não vai evitar que seu pé molhe (ouço muito essa desculpa). Sim, mas evita que sua cabeça, os ombros (vai depender do vento) fiquem molhados... e fazendo aqui uns prós e contras... não é melhor ficar com só os pés molhados do que com a cabeça, toda a roupa e os pés molhados? Que lógica mais maluca essa desculpa!!! A não ser que você esteja com o pé quebrado (sei bem o que é isso), eu não consigo entender.

Eu sempre levo sombrinha quando viajo. Seja lá pra onde for. Todo mundo acha um absurdo quando mostro ela na minha mala, ou conto pra alguém que faço isso. Mas, quase sempre precisei usar ela em viagens e, de repente, todo mundo queria ter uma naquele exato momento. Uma vez, numa viagem, num fim de tarde chuvoso, eu calmamente andado pelo centro da cidade (era uma cidadezinha turística), com minha sombrinha-mala, fui parada não sei quantas vezes na rua, por turistas, perguntando onde eu tinha comprado. Todos queriam.

Hummm... pensando agora... eu devia levar umas pra vender em viagens!!!! Kkkkkkkkkkkk

Mas, só pude dizer a todos: “Trouxe de casa!”. E para os amigos... "Vão correndo na chuva que eu chego (seca) já já.”

Mas essa minha parceria com sombrinhas acho que sempre existiu. Daí, resolvi dar dicas de como conviver bem com sua sombrinha (melhor amiga nos momentos climáticos inesperados).

E a primeira dica é: compre uma sombrinha barata! Dos tipos que vendem na rua por qualquer trocado. Sim, porque só a minha avó é quem mandava consertar sombrinhas. E, sério, todas elas quebram... independente do preço. Portanto, comprem uma sombrinha barata. Daquelas que se pode jogar no lixo se ela quebrar, ou esquecer em algum lugar e não achar que perdeu algo valioso. Treine o seu desapego a ela.

A segunda: pelamordedeus... quem inventou aquelas mega-sombrinhas eu-era-pra-ser-um-guarda-sol-na-praia-e-virei-sombrinha? Qual é a utilidade de se comprar uma sombrinha-sombreiro se não dá pra levar pra todo lugar por causa do tamanho, e ela nunca está com você quando precisa dela? A não ser que você seja manobrista de restaurante (ou guardador de carro profissional – flanelinha disfarçado) eu não entendo a motivação da compra. Ah, vai molhar um pouco menos a barra da calça. Alguns centímetros a mais de roupa seca. Seria... se ela não tivesse ficado dentro do carro quando você o estacionou e não tava chovendo, porque não dá pra ficar carregando o trambolho por ai e agora ta chovendo e você não tem como voltar pro carro...

Aliás, os homens sempre preferem a opção “vou correndo na chuva”. As mulheres e suas escovas no cabelo, maquiagens "no waterproof”... sempre esperando a chuva passar...

Se bem que... se você não está voltando pra trabalhar, não está entrando em algum lugar com ar-refrigerado, ou chegando numa festa... tomar um banhinho de chuva até que é bom!! Nem que seja fazendo exercício (correndo), pra aliviar o calor. Ou voltando pra casa... ou por opção mesmo... sei lá... só pra se molhar... afinal, aqui nunca faz frio mesmo! Vale a pena, de vez em quando!!!
Gene Kelly - No filme "Singing in the Rain"

Acho que a única sombrinha sem utilidade é aquela que se coloca em bebidas (serve só pra você tirar antes de beber). Ah, mas fica bonitinho... serve pelo menos pra enfeitar!

Mas sombrinha não é só pra chuva.

Tem coisa melhor que um guarda-sol na praia? Tem! Ficar amigo dos barraqueiros de Porto, e não ter que consumir na barraquinha pra poder ficar usando um guarda-sol (com direito a cadeiras).

Eu vivo ouvindo reclamações quando resolvo usar a minha sombrinha, por exemplo, num dia ensolarado, pra ir almoçar a pé, num restaurante perto, e não ficar torrando no sol. “Afê... sombrinha... com esse sol”. Ouço esse tipo de “afês” até de desconhecidos na rua...

Implicam demais com a pobre coitada!!!

Mas, o nome mesmo já diz: sombrinha. Pra fazer sombra. Não é barra-chuvinha (também não entendo o nome guarda-chuva... afinal, não tem um potinho em cima dos guarda-chuvas pra guardar a água... sei lá... pode significar "guarda o corpo da chuva"... mas meu guarda-roupa guarda roupas).

Até o frevo fica mais bonito quando dançado com uma sombrinha na mão (numa apresentação, é claro. Nem pensar, em plena ladeira de Olinda, durante o carnaval).

Umbrella
, regenschirm, paraguas, ombrello, parapluie... em outras línguas.
Chapéu-de-chuva
em português português (de Portugal).

Sombrinha, guarda-chuva, guarda-sol. Tantos nomes pra dizer a mesma coisa: “um objeto usado para proteção e que consiste em um aramado suportado por uma haste, que sustenta uma tela feita geralmente de material plástico.”

Use sombrinha!!!
(em Recife, sombrinha é o "feminino" de guarda-chuva!)

Músicas para ouvir usando uma sombrinha (ou não):

“Now that it's raining more than ever

Know that we?ll still have each other
You can stand under my umbrella
You can stand under my umbrella” Rihanna

“Em cima do guarda-chuva,
tem a chuva tem a chuva,
Que tem gotas tão lindas
que até dá vontade de
comê-las” Chico Science

4 comentários:

Anônimo disse...

a cabana tá sem nota

Robi on 21 de junho de 2009 01:11 disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Depois de 10 minutos tentando decifrar esse comentário acima, entendi finalmente!!

A cabana tá sem nota porque não terminei de ler ainda.

Por um momento achei que "cabana" era mais um nome que se dá a sombrinha!!

kkkkkkkkkkk

Suzie on 22 de junho de 2009 11:00 disse...

Totalmente a favor da mega sombrinha!

Até pedi uma de aniversário!

Além de proteger mais a roupa e dar carona mais confortavelmente, ainda não fica virando a cada ventinho!

E sim: eu levo pra todo lugar! :o)

louise on 22 de junho de 2009 17:44 disse...

Ei, concordo com Suzie, pq naquele ventinho básico da rua da Aurora, minha super sombrinha funciona bem melhor do que as versões "standard" que já tive. :)

Pare de implicar com nossas pequenininhas! hehehe

Robilob Copyright © 2010 Designed by Ipietoon Blogger Template Sponsored by Online Shop Vector by Artshare